Produção de cimento

Produção de cimento

Esta cena 3D apresenta cada passo do processo de produção de cimento.

Geografia

Palavras-chave

produção de cimento, cement, fabricação, fábrica de cimento, betão, substância ligante, klinker, poluição ambiental, efeito de estufa, construção, argila, calcário, areia, poeira, dióxido de carbono, sociedade, energia, indústria, aquecimento global, geografia, técnica

Itens relacionados

Cenas

Instalações

  • mina de argila - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.
  • pedreira de calcário - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.
  • produção de cimento
  • produção de concreto
  • construção
  • extração de areia - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.

O cimento é uma substância ligante, inorgânica e finamente moída. Quando misturado com água, os seus componentes entram em reação química, formando uma substância sólida, parecida com a pedra e insolúvel em água. O cimento é um componente do concreto, portanto é amplamente utilizado na indústria da construção civil.

As matérias-primas mais importantes para a produção de cimento são o calcário e a argila. Estes são extraídos por mineração a céu aberto e depois transportados até uma fábrica de cimento por caminhões ou cintas transportadoras.

Processo

  • argila
  • calcário
  • cinta transportadora - As matérias-primas extraídas são transportadas para o lugar do processamento por este aparelho.
  • britadeira - Esmaga as matérias-primas extraídas em pedaços menores.
  • areia
  • adições
  • silo de homogeneização - Já que as propriedades químicas e físicas das matérias-primas são variadas, a homogeneização é necessária para produzir uma mistura uniforme.
  • moinho de cru - A mistura homogeneizada é moída até se transformar em um pó bem fino.
  • silo de farinha - É aqui que a matéria-prima moída é armazenada antes da fase seguinte.
  • torre de pré-aquecimento - A farinha é transferida através de um sistema de pré-aquecimento de permutador de calor antes de ser transferida para o forno.
  • forno de cimento - Um forno rotativo do qual o clínquer quente é despejado direto no resfriador.
  • arrefecedor de clínquer - A temperatura do clínquer que cai do forno ultrapassa os 1000 °C. Para evitar as alterações químicas e físicas, deve ser arrefecido rapidamente abaixo de 600 °C.
  • silo de clínquer - Uma vez que o clínquer resfria a temperatura ambiente, deve ser deixado para repousar durante 2 ou 3 semanas.
  • moinho de cimento - O clínquer pode ser moído, entre outras coisas, em moinhos de esferas. O moinho de cimento produz cimento de fineza adequada.
  • silo de cimento - É aqui que o cimento é armazenado até ser transportado para o lugar de utilização.

A primeira fase da produção de cimento é a preparação da matéria-prima. O calcário e a argila são quebrados em pedaços menores e depois misturados em uma proporção de 2 por 1. Como as propriedades químicas e físicas das matérias-primas são variadas, é necessária a homogeneização para a produção de uma mistura uniforme. Durante este processo, outras substâncias são adicionadas. Depois, a mistura é transportada para o moinho de cru, onde é transformada em um fino pó chamado farinha. Depois, a farinha é armazenada em um silo.

A segunda fase da produção de cimento é a produção de clínquer. A farinha é transferida através de um sistema de pré-aquecimento de permutador de calor, em que os processos químicos já começam a ter lugar. Depois, no forno rotativo, é aquecida para uma temperatura ainda mais alta. Este processo produz minerais de clínquer que são os componentes do cimento. Durante o processo, devido ao movimento rotativo do forno de cimento, os materiais formam caroços ou nódulos, conhecidos como clínquer. Depois, o clínquer sai do forno para o resfriador, onde é resfriado rapidamente e armazenado num silo de clínquer.

A terceira fase envolve a moagem do clínquer num fino pó, isto é, em cimento. Durante esta fase, o clínquer é transferido para o moinho de cimento com gesso e outras substâncias adicionadas e é moído. Depois, o cimento produzido é armazenado em silos de cimento. Já que o cimento, por natureza, é sensível à humidade, não deve ser armazenado por um longo período de tempo.

Produção de cimento no mundo

  • Estados Unidos da América
  • México
  • Brasil
  • Espanha
  • Alemanha
  • Itália
  • Egito
  • Turquia
  • Arábia Saudita
  • Irã
  • Paquistão
  • Índia
  • China
  • Rússia
  • Tailândia
  • Vietnã
  • Indonésia
  • Japão
  • Coreia do Sul

Já que o cimento é um material amplamente utilizado, a sua produção movimenta uma indústria importante no mundo. O país que produz a maior quantidade de cimento é a China, mas a Índia, os Estado Unidos, a Turquía e o Brasil também são grandes países produtores de cimento.

Poluição ambiental

  • mina de argila - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.
  • pedreira de calcário - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.
  • produção de cimento
  • produção de concreto
  • construção
  • extração de areia - As matérias-primas são extraídas em minas a céu aberto.
  • gases de efeito estufa

A produção de cimento tem vários efeitos ambientais negativos em todas as fases do processo. As pedreiras destruem grande parte dos habitats naturais da fauna e da flora selvagens e produzem vários tipos de emissões nocivas, como ruídos, vibrações e poluição do ar. As fábricas de cimento tentam reduzir cada vez mais a emissão de pó.

Os vários processos químicos e de queima resultam em emissão de dióxido de carbono.
Cerca de 10% da emissão global de dióxido de carbono resulta da produção de cimento. O dióxido de carbono liberado para o ar aumenta o efeito estufa e, portanto, a temperatura média da atmosfera. O aquecimento global é uma ameaça grave ao futuro do planeta.

Concreto

  • adições - Dependendo do tipo do concreto, este pode ser uma mistura de areia, pedra esmagada, cascalho e outros aditivos.
  • silo de cimento
  • tanque de água
  • camião-betoneira
  • adições - Dependendo do tipo do concreto, este pode ser uma mistura de areia, pedra esmagada, cascalho e outros aditivos.
  • cimento
  • água
  • misturador
  • betão pronto
  • camião-betoneira

A maioria do cimento produzido é utilizada na produção de concreto. Este é um dos materiais de construção civil mais amplamente utilizados e, além de cimento, também é composto por água e aditivos.

Nas centrais de mistura de concreto, os componentes do cimento são primeiro medidos para ter a quantidade e a proporção adequadas dos componentes. Depois, estes são misturados em misturadores forçados. Quando o cimento é mesclado com água, forma uma massa que liga os grânulos do agregado. Nesse ponto, o concreto é um fluído viscoso. No entanto, quando o cimento se consolida, a mistura endurece e forma um material parecido a pedra. Portanto, o concreto é sensível ao tempo: deve ser transportado para o lugar da utilização antes de começar a endurecer. Isso é geralmente feito por caminhões-betoneira que retardam o endurecimento do cimento.

Narração

O cimento é uma substância ligante, inorgânica e finamente moída. Quando misturado com água, os seus componentes entram em reação química, formando uma substância sólida, parecida com a pedra e insolúvel em água. O cimento é um componente do concreto, portanto é amplamente utilizado na indústria da construção civil.

As matérias-primas mais importantes para a produção de cimento são o calcário e a argila. Estes são extraídos por mineração a céu aberto e depois transportados até uma fábrica de cimento por caminhões ou cintas transportadoras.

A primeira fase da produção de cimento é a preparação da matéria-prima. O calcário e a argila são quebrados em pedaços menores e depois misturados em uma proporção de 2 por 1. Como as propriedades químicas e físicas das matérias-primas são variadas, é necessária a homogeneização para a produção de uma mistura uniforme. Durante este processo, outras substâncias são adicionadas. Depois, a mistura é transportada para o moinho de cru, onde é transformada em um fino pó chamado farinha. Depois, a farinha é armazenada em um silo.

A segunda fase da produção de cimento é a produção de clínquer. A farinha é transferida através de um sistema de pré-aquecimento de permutador de calor, em que os processos químicos já começam a ter lugar. Depois, no forno rotativo, é aquecida para uma temperatura ainda mais alta. Este processo produz minerais de clínquer que são os componentes do cimento. Durante o processo, devido ao movimento rotativo do forno de cimento, os materiais formam caroços ou nódulos, conhecidos como clínquer. Depois, o clínquer sai do forno para o resfriador, onde é resfriado rapidamente e armazenado num silo de clínquer.

A terceira fase envolve a moagem do clínquer num fino pó, isto é, em cimento. Durante esta fase, o clínquer é transferido para o moinho de cimento com gesso e outras substâncias adicionadas e é moído. Depois, o cimento produzido é armazenado em silos de cimento. Já que o cimento, por natureza, é sensível à humidade, não deve ser armazenado por um longo período de tempo.

Já que o cimento é um material amplamente utilizado, a sua produção movimenta uma indústria importante no mundo. O país que produz a maior quantidade de cimento é a China, mas a Índia, os Estado Unidos, a Turquía e o Brasil também são grandes países produtores de cimento.

A produção de cimento tem vários efeitos ambientais negativos em todas as fases do processo. As pedreiras destruem grande parte dos habitats naturais da fauna e da flora selvagens e produzem vários tipos de emissões nocivas, como ruídos, vibrações e poluição do ar. As fábricas de cimento tentam reduzir cada vez mais a emissão de pó.

Os vários processos químicos e de queima resultam em emissão de dióxido de carbono.
Cerca de 10% da emissão global de dióxido de carbono resulta da produção de cimento. O dióxido de carbono liberado para o ar aumenta o efeito estufa e, portanto, a temperatura média da atmosfera. O aquecimento global é uma ameaça grave ao futuro do planeta.

A maioria do cimento produzido é utilizada na produção de concreto. Este é um dos materiais de construção civil mais amplamente utilizados e, além de cimento, também é composto por água e aditivos.

Nas centrais de mistura de concreto, os componentes do cimento são primeiro medidos para ter a quantidade e a proporção adequadas dos componentes. Depois, estes são misturados em misturadores forçados. Quando o cimento é mesclado com água, forma uma massa que liga os grânulos do agregado. Nesse ponto, o concreto é um fluído viscoso. No entanto, quando o cimento se consolida, a mistura endurece e forma um material parecido a pedra. Portanto, o concreto é sensível ao tempo: deve ser transportado para o lugar da utilização antes de começar a endurecer. Isso é geralmente feito por caminhões-betoneira que retardam o endurecimento do cimento.

Itens relacionados

A produção de alumínio

A produção de alumínio consiste na transformação da alumina em alumínio através da eletrólise.

Indústria metalúrgica do ferro (intermediário)

O ferro em bruto é produzido a partir do minério de ferro em fundições.

Mina a céu aberto

Ao contrário das minas subterrâneas, nas minas a céu aberto são removidas camadas de terra para que o carvão seja extraído à superfície.

Poluição do ar

Esta animação mostra as principais fontes de poluição do ar: agrícola, industrial e urbana.

Produção de papel

O papel foi inventado há mais de dois mil anos.

Edifício de escritórios moderno

A economia de energia e o cuidado com o meio ambiente são fatores fundamentais na concepção dos modernos edifícios de escritórios.

Efeito estufa

A atividade humana aumenta o efeito estufa e conduz ao aquecimento global.

Concepção e construção da autoestrada

Na autoestrada podemos viajar em vias com duas faixas.

Ópera (Sydney, Austrália, 1973)

A Ópera da cidade australiana de Sydney é uma das óperas mais extraordinárias do mundo devido à sua arquitetura e localização.

Muro de Berlim (1961-1989)

Símbolo de divisão e opressão, o Muro dilacerou numerosas famílias e toda uma cidade.

Added to your cart.