A Cidade Proibida (Pequim, século XVII)

A Cidade Proibida (Pequim, século XVII)

A Cidade Proibida é um dos monumentos mais maravilhosos e mistériosos da China imperial.

História

Palavras-chave

Cidade Proibida, Salão da Harmonia Suprema, Pequim, China, período imperial, imperador, palace complex, throne room, capital, dinastia Qing, dinastia Ming, imperial residence, Cidade Imperial, Património Mundial, Jardim imperial, Rio da Água Dourada, Parque Jingshan, século XVII, púrpura, império, Ásia, cidade, centro, Idade Média, Idade Moderna, sala, portão, corner tower, jardim, verga, fosso, muro, história, arquitetura, história da arte, civilização

Extras relacionados

Perguntas

  • O centro de qual império foi a Cidade Proibida?
  • Em qual cidade fica a Cidade Proibida?
  • Quando foi construída a Cidade Proibida?
  • Durante o reino de qual dinastia foi construída a Cidade Proibida?
  • "Proibida" a que se refere no nome do complexo de palácio?
  • Como se chama o complexo de palácio?
  • Qual era função principal da Cidade Proibida?
  • "Cheng" a que se refere no nome do complexo de palácio?
  • Por quantos anos era a Cidade Proibida lar dos imperadores?
  • Quando é que a Cidade Proibida perdiu a sua antiga função?
  • Qual é a dimensão da área onde a Cidade Proibida se estende?
  • Qual é a forma da Cidade Proibida?
  • Quantos prédios ficam no território da Cidade Proibida?
  • O que é que fica ao redor da Cidade Proibida?
  • Quantos metros possuem as muralhas ao redor da Cidade Proibida?
  • Quantos portões tem a Cidade Proibida?
  • Como são decorados os portões da Cidade Proibida?
  • Qual o maior prédio da Cidade Proibida?
  • O que é que ficava ao redor da Cidade Proibida anteriormente?
  • Qual afirmação está verdadeiro relativamente à Cidade Proibida?
  • Qual é o maior pavilhão de madeira da China?
  • Qual é a superfície da base do Pavilhão da Harmonia Suprema?
  • Qual era a cor simbólica dos imperadores?
  • O que é que mostrava a importância dos prédios na Cidade Proibida?
  • Onde ficava a residência do imperador dentro do território da Cidade Proibida?
  • Como se chama a Cidade Proibida hoje?
  • Qual era a cor das muralhas circundantes da Cidade Proibida?

Cenas

A Cidade Proibida

O imperador Yongle, o terceiro imperador da dinastia Ming decidiu para mudar a capital imperial de Nanjing para Pequim em 1369. A Cidade Proibida foi construída no primeiro quarto do século seguinte, entre 1406 e 1420.

O magnífico complexo de palácio funcionava como centro cermonial e político do Império da China durante quase 500 anos até o inicio do século XX. Servia como cenário para os rituais religiosos e ceremonias mais importantes e dava lar para 24 imperadores, para 14 da dinastia Ming e para 10 da dinastia Qing. Perdiu as suas funções em 1912 pela abdicação do último imperador chinês, Puyi.

O complexo de palácio chama-se Zijin Cheng o que quer dizer Cidade Proibida Roxa. O nome consiste nas partes seguintes: "Zi", referente à cor das paredes circundantes e ao antigo nome chinês da estrela do Norte, Ziwei. (Na astrologia chinesa tradicional era a moradia do Imperador Celestial.) "Jin" quer dizer proibida e refer-se ao fato que entrar e sair de zona necessitava de permissão e Cheng quer dizer cidade muralhada.

Hoje em dia a Cidade Proibida é conhecida como Antigo Palácio. O Palácio Museu é responsável por ela e visitam-no milhões de turistas por ano. Nos dias mais frequentados, o número de visitantes excede os 100.000. Foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 1987, como um dos monumentos magnifícos e mistériosos da China Imperial e antigo complexo de palácio de madeira.

Estrutura

  • A Cidade Proibida - O complexo de palácio foi contruído numa área retangular de 720 mil m². Na direção norte-sul tem 961 metros e na direção este-oeste 753 metros.
  • Cidade Imperial - A Cidade Proibida fazia parte da Cidade Imperial. Foi rodeada por muros que continham serviços da corte do imperador. A cozinha e os jardins imperiais encontravam-se aqui.
  • fosso - O complexo de palácio foi rodeado por um fosso de 52 metros de largura e de 6 metros de profundidade.
  • muralha - O complexo de palácio foi rodeado por uma muralha de 7,9 metros de altura e de 8,62 metros de largura a que protegia a Cidade Proibida.
  • pátio exterior - Tradicinalmente a Cidade Proibida está dividida em duas partes. O Pátio Exterior (ou Dianteiro) inclui as partes do sul. Esta parte era usada para fins ceremoniais principalmente.
  • pátio interior - Tradicinalmente a Cidade Proibida está dividida em duas partes. O Pátio Interior (ou Traseiro) inclui as partes do norte. Esta parte era a residência do imperador e da sua família e foi usada para assuntos de estado diários.
  • torre de canto - A Cidade Proibida foi construída numa área retangular. As torres ficavam nos quatro cantos e com as suas estuturas de teto oferecem uma vista espetacular para os visitantes fora das muralhas.
  • portão - Todos os lados da Cidade Proibida portões foram erguidas. Tinham vários arcos e portas foram decoradas com pregos de ouro em 9 linhas e 9 colunas. Hoje apenas o Portão Meridiano do sul serve como entrada para o complexo de palácio.
  • Jardim Imperial - Havia um jardim relaivamente pequeno no pátio interior criado para a família imperial. A arrumação das árvores, das rochas, dos pavilhões e dos suportes para incenso representam as tradições chinesas do planeamento de jardim.
  • Colina do Carvão (Parque Jingshan) - Uma colina foi construída do solo quando escavaram um fosso ao redor da Cidade Proibida. Tem 45 metros de altura e fica no parque Jinghsan, no norte da Cidade Proibida. Localmente chamado como colina feng Shui ou Colina do Carvão.
  • Rio água Dourada - É um canal artifícial meândrico no pátio exterior, o que 5 pontes de pedra cruzam. Estas são extensões dos 5 caminhos do Portão Meridiano.

A Cidade Proibida é o maior complexo de palácio sobrevivente do mundo. Tem uma planta retangular cobrindo uma área cerca de 720 mil m². Na direção norte-sul tem 961 metros e na direção este-oeste 753 metros. Nas obras trabalharam mais de um milhão de pessoas.

A Cidade Proibida ficava dentro da Cidade Imperial, que era rodeada pela Cidade Interna. A Cidade Externa ficava no norte da Pequim medieval.

Todos eram muralhadas. A Cidade Proibida própria tinha muralhas de 7,9 metros de altura e um fosso de 6 metros de profundidade e 52 metros de largura. Nos quatro cantos da muralha torres e portões foram construídas.

Tradicinalmente a Cidade Proibida está dividida em duas partes. A do sul que é maior chama-se Pátio Exterior, enquanto a do norte chama-se Pátio Interior.

Portões

  • Portão Meridiano
  • Portão Glorioso Oeste
  • Portão da Grandeza Divina
  • Portão Glorioso Este
  • Portão da Harmonia Suprema
  • Portão da Pureza Celeste

Palácios e pavilhões

  • Pavilhão da Harmonia Suprema (sala do trono)
  • Pavilhão da Harmonia Central
  • Palácio da Harmonia Terrena
  • Palácio da Pureza Celeste
  • Pavilhão do Culto Mental
  • Pavilhão da Eminência Militar
  • Pavilhão da Glória Literária
  • Palácio da Longevidade Tranquila

A Cidade Proibida consiste em 980 prédios de entre os maiores e mais importantes são os palácios e pavilhões. Encontram-se templos, santuários e outros edifícios no território da Cidade Proibida.

O prédio mais proeminente da Cidade Proibida é o Pavilhão da Harmonia Suprema, o que era considerado como o edifício central do Império e cenário para as ceremonias mais notáveis. É o maior pavilhão de madeira da China com uma planta cerca de 2300 m². O edifício de 27 metros de altura ergue-se num fundamento de mármore de três camadas. Tem uma largura de 64 metros e um comprimento de 34 metros. A sua estrutura de telhado é mantido por 86 pilares. O trono imperial laqueado de ouro fica no centro do pavilhão.

O desenho da Cidade Proibida basea-se nos princípios religiosos e filosóficos antigos chineses. Além destes os simbólos do poder do imperador desempenhava-se um papel importante nas obras.

A estrutura e o arranjo dos prédios, as cores (e.g. o amarelo foi a cor do imperador), e os números todos possuem um significado simbólico. Por exemplo, o número das figuras nos cumes do telhado respresentam o valor do prédio. No teto do Pavilhão da Harmonia Suprema, sendo o mais importante de todos, encontra-se 12 figuras, mais do que em outros edifícios.

Salão do trono

Jardim imperial

  • Pavilhão de Dez mil Primaveras
  • Pavilhão de Mil Outonos
  • Pavilhão de Neve de cor Carmesim
  • Casa do Alimento da Natureza
  • Palácio da Paz Imperial
  • Salão da Paz Imperial
  • Pavilhão da até a Luz
  • Palácio da Elegância Recolhida - Chamado também como Colina de espetacularidade.

Narração

O imperador Yongle, o terceiro imperador da dinastia Ming decidiu para mudar a capital imperial de Nanjing para Pequim em 1369. A Cidade Proibida foi construída no primeiro quarto do século seguinte, entre 1406 e 1420.

O magnífico complexo de palácio funcionava como centro cermonial e político do Império da China durante quase 500 anos até o inicio do século XX. Servia como cenário para os rituais religiosos e ceremonias mais importantes e dava lar para 24 imperadores, para 14 da dinastia Ming e para 10 da dinastia Qing. Perdiu as suas funções em 1912 pela abdicação do último imperador chinês, Puyi.

A Cidade Proibida é o maior complexo de palácio sobrevivente do mundo. Tem uma planta retangular cobrindo uma área cerca de 720 mil m². Na direção norte-sul tem 961 metros e na direção este-oeste 753 metros. Nas obras trabalharam mais de um milhão de pessoas.

A Cidade Proibida consiste em 980 prédios de entre os maiores e mais importantes são os palácios e pavilhões. Encontram-se templos, santuários e outros edifícios no território da Cidade Proibida.

O prédio mais proeminente da Cidade Proibida é o Pavilhão da Harmonia Suprema, o que era considerado como o edifício central do Império e cenário para as ceremonias mais notáveis.

Hoje em dia a Cidade Proibida é conhecida como Antigo Palácio. O Palácio Museu é responsável por ela e visitam-no milhões de turistas por ano. Nos dias mais frequentados, o número de visitantes excede os 100.000. Foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 1987, como um dos monumentos magnifícos e mistériosos da China Imperial e antigo complexo de palácio de madeira.

Extras relacionados

Imperador chinês medieval

O Imperador do vasto império do Extremo Oriente era senhor da vida e da morte.

Muralha da China

Uma série de fortificações construídas para impedir invasões de grupos nómadas do norte.

Pagode de Liuhe (Hangzhou, século XII)

O pagode budista das seis harmonias está localizado na China, ao pé do rio Qiantang.

Casa chinesa

O siheyuan é complexo de edifícios que é rodeada por um pátio retangular.

Junco

Esta embarcação, com o seu velame característico, é usado tanto em funções comerciais como militares.

Soldado chinês medieval

O equipamento dos antigos soldados chineses era muito rudimentar.

Edifícios lendários

Uma coleção de edifícios lendários da história da civilização.

Khan mongol (século XIII)

O Khan era o governador do vasto Império Mongol.

Mapa administrativo da China

Esta animação mostra as maiores unidades administrativas da China.

Mapa de relevo da China

Esta animação apresenta o relevo e a hidrografia da China.

A Alambra no século XVI (Espanha)

O nome deste magnífico complexo palaciano origina-se do árabe e significa "o vermelho".

A cidade de Babilónia (século VI a.C.)

A antiga cidade da Babilónia foi construída nas margens do rio Eufrates, na Mesopotâmia.

Chichén Itzá (século XII)

A lendária cidade do império maia-tolteca ficava situada no território do atual México.

Impérios medievais lendários

Vários impérios lendários foram construídos (e destruídos) ao longo da história.

Palácio do imperador dos Francos, Carlos Magno (Aachen, século IX)

O palácio do imperador dos Francos, Carlos Magno, não foi apenas o centro do Império, mas também um centro de cultura.

Tenochtitlán (século XV)

A magnificiência do Império Asteca surpreendeu até os conquistadores espanhóis.

Teotihuacan (século IV)

Esta cidade, majestosa mesmo nas suas ruínas, foi a maior e mais populosa povoação da América pré-colombiana.

Torre de Londres (século XVI)

A intrigante história deste castelo histórico estende-se por cerca de mil anos.

Added to your cart.